Pré Wedding Florianópolis/SC

Ana e Marcelo

Registre sua história de amor com quem ama contá-las! 


Música que inspirou essa história: Bryan Adams - Have You Ever Really Loved a Woman?


"E quando você puder ver, seus filhos que ainda não nasceram dentro dos olhos dela
Você saberá que realmente ama uma mulher..." ♫


Já parou pra pensar como é incrível os caminhos que levam você conhecer a pessoa que te pertence?  Como tudo é milimetricamente pensado pelo Universo? Que cada ação naquela semana, naquele dia ou naquele mês, mesmo sem você saber, são direcionados a ir e fazer algo que fará conhecer tal pessoa? Não, a gente não para pensar nisso, e se pararmos e analisarmos tudo com carinho, certamente iremos nos surpreender com os detalhes.


E se o Marcelo naquela semana resolvesse que não queria mais ir naquela corrida, por estar cansado ou por qualquer outro motivo banal? E se a Ana não tivesse se inscrito na tal corrida? Ou se no dia ela resolvesse dormir um pouco mais, ou decidisse que algum outro compromisso era mais importante? Ele também poderia ter olhado pra outra direção, e não ter enxergado aquela menina linda, que outrora ele já tinha visto em amigos em comum, e quando ele olhou, imediatamente ele a reconheceu, e naquele exato momento um pequeno encanto aconteceu, na verdade cresceu, pois ele já havia tido um certo interesse quando a viu em um barzinho conhecido na cidade, mas ela não notou a presença dele.


Que incrível é pensar, que já era pra eles terem se conhecido antes, mas como o Universo não faz nada pela metade, e se for seu dá um jeito de chegar até, e se da primeira vez você não viu, não tem problema, da próxima ele esfrega a pessoa na sua cara kkk. Dessa vez ele não deixou passar, tratou logo de adicionar ela no Facebook, e não demorou muito pras conversas começarem, um mês mais ou menos de conversas doces, leves e tranquilas, até que o convite para um jantar aconteceu, ela aceitou, como não ir conhecer esse moço gentil que me fala? kkk, e mesmo ela morando na cidade vizinha a Foz, em Santa Terezinha de Itaipu/PR, lá foi ele buscar ela, mal sabia ele que aquele dia, ele estaria indo buscar o amor da sua vida, mal sabia ela que quando entrou naquele carro, na verdade ela estava entrando pra sempre na vida dele, mal sabia eles, que se pertenciam, e então agora o Universo deixou por conta deles "serviço feito, preces atendidas, vocês se pertencem, façam essa história valer a pena, faça essa história ser incrível" e então ali começou uma linda e leve história de amor, de muito respeito, sinceridade, cuidado e carinho.


Pois quando um homem ama uma mulher ele dá confiança a ela, ele a compreende, e não existem jogos, não existe dor, pois quando um homem ama uma mulher, ele segura ela apertado, e ao mesmo tempo com muita ternura. Pois quando um homem ama uma mulher ele trata ela bem, e então ela fica do seu lado, bem pertinho daquele homem que fez o que nem um outro foi capaz de fazer, então ela também cuida dele, e ali uma relação forte se estabelece. E assim foi com eles, o Marcelo trata a Ana como a pessoa única que ela é, ele enxerga seus futuros filhos nos olhos dela, ele a compreende, ele cuida dela, e ela se sente amada, se sente segura, e isso eu pude notar no nossos cinco dias intensos de fotos em Floripa, muito cuidado, paciência, e mesmo depois de alguns anos de namoro, parece que ainda é o primeiro dia. 


Saibam que tenho vocês bem guardadinhos no meu coração, foi uma experiência incrível pro meu trabalho; a viagem de carro de tantos km, a disposição de vocês de tornar esse ensaio ainda mais incrível; esses cinco dias de fotos em vários pontos de Floripa, o amor e cuidado que vi de vocês, das nossas longas conversas sempre que nos encontramos, vocês são dez e merecem tudo isso que está acontecendo, que esse amor cresça e cresça e floresça, e estou muito grata de ter sido eu a escolhida com tanto carinho para eternizar pra sempre, e ser o olhar de vocês no dia mais importante de suas vidas, o dia do sim, o dia do casamento, gratidão!


Ensaio Pré Wedding | Ana e Marcelo - Florianópolis/SC


E foi assim, que tudo começou...